Monday, July 07, 2008

Tudo será igual

As coisas podem ter sempre mil e um significados
mil e um sentidos que mudam
de acordo com as conveniências de cada um
de acordo com os interesses do momento
em que se alinham as intenções veladas
escondidas de tudo aquilo que serve de luz no final do túnel.
As vozes que segredam os rumos que nos guiam
dizem que o sentido de tudo isto
roça o sentido vazio de um barco à deriva
que procura o farol para se guiar
dizer o que pensa sem olhar para as consequências.
O beber aquilo que lhe é posto à mesa,
O questionar a primeira parvoíce que lhe ocorre
e deixar as coisas fluirem sem terem sentido algum
Acho que depois de tudo isto tudo continuará na mesma
O nascer do dia, o pôr do sol,
Os dias, horas, minutos e segundos que nos oprimem
de modo dar lugar aos próximos que pedem algo
se saberem bem o que são, o que querem, o que fazem...
Caiem as gotas lá fora e aqui o calor,
O sono que vem com a intenção de silenciar a minha voz.
Também não é importante.
Odeio a manhã... talvez não devesse....
não importa
No final tudo será igual

No comments: